A mulher de cada signo – Peixes


É uma mulher apaixonada. Por tudo! Gosta de romantismo (mas não de gente melosa, é diferente). Não é muito de falar de si mesmo e dos seus problemas, parece que fica mais preocupada em entender e resolver o problema dos outros. O que é bom. Mas pode fazer com que ela, que é meio emotiva, fique sobrecarregada. E pior, não reclame.

A mulher de peixes é um amor de pessoa. Apaixonada pela vida. Acho que o problema da mulher de Peixes é acreditar demais nas pessoas, e por ser tão boa acaba por se prejudicar por causa disso. Há sempre um homem idiota por aí, não é…

Ela é daquelas que vai te encontrar no metrô e vai imaginar um passado e um futuro ao teu lado. Vai perguntar o teu nome e já vai pensar em quem vai levar as crianças para a escola, eita menina que pensa grande e vai longe. Ela dá asas a essa imaginação que ela tem de sobra. Mas não te aches muito especial, porque ela tem esse pensamento leve de tudo para tudo na vida, então para ganhar mesmo o coração dela tem que fazer a diferença, o que poucos fazem.

Quem a olhar de longe vai achar que ela tem o coração aberto demais, mas ela é uma das poucas pessoas que acredita no amor verdadeiro da sua forma mais pura, então não vê problemas em chegar acreditando que vai dar certo, porque diferente de tantas que têm medo, ela se joga de cabeça porque sabe que uma hora vai encontrar e não se importa em quanto tempo vai levar.

A mulher de Peixes é aquela menina que, mesmo que não pareça, é meiga no ponto certo e tem um ótimo abraço. Se engana quem a acha frágil por ter um coração aberto, ela sofre sim, chora, mas supera. Ela não guarda rancor nem se fecha. Ela aprende com cada tombo que leva e não se deixa abalar. Ela se veste para a batalha e vai mais uma vez, só que por um caminho diferente. Sabe a luz no fim do túnel? É ela, que vê sempre algo em que se pode agarrar, não se sente sozinha pois sabe que não está. Simpática, fácil de lidar, daquelas que tu sabes que podes contar a qualquer hora que ela estará lá para oferecer suporte. Às vezes coloca as dores dos outros acima da sua e finge a si mesma que não tem problemas, mas tem e é relutante em pensar que às vezes precisa largar o orgulho e pedir ajuda.

A mulher pisciana tem dentro dela o seu próprio mar e não vai pensar duas vezes em te deixar nadar dentro dele, mas desde que tu aceites tudo o que ela tem para oferecer profundamente sem medo de se afogar, porque o seu mar não é calmo, mas já diziam que “mar calmo nunca fez bom marinheiro”, e para ela, ou é tudo ou nada.

Texto por Hudson Baroni