Vida de Amante


“QUANDO UMA MULHER SE SUJEITA A SER AMANTE DE UM HOMEM CASADO. Então você acha que ele não ama a mulher dele só porque saiu contigo? Engano seu, ninguém é obrigado a ficar casado por causa da mulher, filhos ou dinheiro. Ele que pague uma pensão e peça guarda compartilhada e vá viver só ou com quem quiser. Se ele gosta tanto de você que é amante, por que você passa o aniversário dele, fins de semana, feriadão, as férias, o carnaval, a páscoa, dia das mães, dia dos pais, dia dos namorados, são João, dia das crianças, natal , réveillon… entre outras datas importantes sozinha? Que poder é esse seu na cama que não te garantiu uma aliança na vida ou no dedo ainda? Ou se garantiu, as famílias e a sociedade desconhecem essa união oficial! Talvez você acha que fazer uma merda de sexo, dentro de um carro, em menos de 1 hora de motel, às escondidas, ou transar pra ele é algo que prenda sentimento.Sexo é necessidade fisiológica, é como fazer coco e xixi, sexo se faz com qualquer coisa, até sozinho, inclusive com você. Amor se faz com alguém escolhido para amar.Ta rindo porque ela é corna? Ok, tudo bem. É corna mas dorme com ele todos os dias, dirige o carro dele, ele dirige o carro dela, frequenta a casa da família dele e ele da família dela, viajam juntos, tem sonhos, tem problemas, tem alegrias, tristezas, mas enfrentam juntos, um dando força pra o outro, a mulher que ele escolheu para amar é corna mas tem prioridade em tudo que ele faz, é corna mas quem faz ele dormir no sofá quando mandado é ela! E depois ele vem todo obediente fazendo tudo que ela mandar.E você? Você é apenas um deposito de espermas da necessidade fisiológica de um homem casado tem de fazer sexo com qualquer coisa, inclusive com você, e você coitada fica aí toda feliz quando um homem sem auto estima e mal resolvido resolve te chamar de linda e dizer que te ama, mentindo na cara dura pra você dar pra ele. Aprenda: um homem ou mulher trai sim. Trai por insegurança, por carência, por vingança, por raiva, por necessidade fisiológica. Mas amor, cumplicidade, dedicação de verdade …