Quer saber?


Quer saber por que ela está solteira?! Vou explicar, mas antes, desencana dessa ideia de que mulher solteira é infeliz e carente. Agora ela passou a entender o real valor que tem, e cansou de muita coisa. Ela tá solteira, e feliz, sim! Ela não leva mágoas, não tem o coração de gelo, tampouco algum problema em se relacionar. Ela só está cansada. Cansou de tentar com o cara errado, cansou de ser “oceano” pra quem lhe tratava como gota d’água, cansou de esperar a mensagem chegar, a ligação ser atendida, o sorriso compreendido. Cansou de ser tudo, pra alguém que nunca foi nada, pra alguém que não valia nada. Hoje ela só quer paz, entenda! Ela não vai alterar o status de relacionamento se você não for muito foda para convencê-la de que você não é mais um desses babacas de bom papo, conquistadores de uma noite. Agora ela tem sensor de canalhas, e eles apitam ao menor sinal de pisada na bola, cuidado. Ela não vai investir o tempo dela em alguém que não seja capaz de investir nela. Ela está feliz assim! A única coisa que lhe arranca lágrimas hoje, é a morte de algum personagem da sua série favorita. A única coisa que lhe tira o sono hoje em dia, é a seleção de filmes bons da Netflix, e o roteiro de viagem das próximas férias. Ela optou por conhecer o mundo, ao invés de novos amores. Sua única decepção de agora pra frente será não poder levar todas as blusinhas em liquidação na loja. Ela está solteira porque ela quer! Ela quer mais, muito mais amor, dedicação, reciprocidade, companheirismo, felicidade. Ela quer mais abraços, mais beijos, mais surpresas, mais “Cheguei”, ao invés de “hoje não dá”. Hoje ela não se contenta com pouco, e por isso, você terá que ser muito mais do que um cara comum. Ela cansou de embarcar nessas viagens sem rumo, carregando consigo viajantes presos ao passado. Ela prefere ficar solteira, porque ela aprendeu o seu devido valor, e hoje em dia, ela já não se contenta com “pouca bosta”. Você vai ter que ser muito homem pra fazer ela mudar isso. Boa sorte!

PS: Se for pra tirá-la do chão, que seja para um vôo inesquecível!

Texto por Rafael Gonçalves